You miss me?

Ask me anythingSubmitPróxima páginaArquivo

"Sabe qual é o problema de sentir demais? É que uma briguinha com um amigo resulta em uma noite de choro, uma discussão com os pais gera consequências que ardem fundo aqui no coração, e uma palavra dita no calor do momento fica gravada em meu coração durante algumas semanas. Idiota foi o cara que disse que palavras o vento leva. E as palavras ditas com certeza são mais assertivas do que as escritas. Pelo simples fato de serem mais sinceras, de terem saído sem pensar duas vezes, sem remorsos.
Todo mundo tem um dia ruim. E todo mundo desconta nos outros esse dia. Não importa o que falemos, que não é justo descontar, não é certo jogar em cima de uma pessoa todas as nossas frustrações e estresses. Até as guerras ocorrem porque o caldo já está cheio e basta uma gota pro caldeirão explodir, por que as brigas e discussões não teriam o mesmo princípio? Só que o grande problema é que quem sente demais, guarda. Guarda as lembranças desses momentos como mágoa no coração, mesmo que não queira. E aquilo vai se acumulando como ansiedade dentro da gente, se transformando em tristeza. Sentir dói. Sentir muito dói mais ainda. E aqueles que não escolhem bem as palavras que dizem, machucam mais gravemente ainda os feridos. Eu me incluo nessa, sabe? Eu também falo sem pensar, e por saber usar bem as palavras acabo ferindo algumas pessoas com elas. E é engraçado porque não aprendo com os erros dos outros que o meu também é errado. Eu sinto demais quando falam as coisas, e tenho que viver constantemente com o carma de ter dito outras para as pessoas também."

- Carolina Michels

(Fonte: eupossoquasetudo)